HOME  / CURSOS
Circo

Circo

O circo como manifestação cultural, instiga o aluno pela novidade, desafio, diversão e vertigem, por meio de atividades que motivam, integram e valorizam o respeito ao corpo e ampliam o repertório cultural, entendendo a prática circense como manifestação artística e social integrante do patrimônio da nossa cultura.
As modalidades circenses abrangem malabares, acrobacias, tecido, trapézio, jogos teatrais, esquetes de palhaço, dança e expressão corporal, proporcionando ao praticante o contato com uma nova cultura, além da experiência do trabalho em grupo, uma vez que a maioria dos exercícios necessita da ajuda de um companheiro. Os benefícios decorrentes das atividades são muitos: melhora do condicionamento físico, alongamento e flexibilidade. Isso sem contar o desenvolvimento afetivo, social, atitudinal, como controle da ansiedade, desinibição e aprendizado em grupo.
 
Objetivos gerais:
Ampliar as possibilidades da prática de circo e reflexão sobre a mesma;
Educar o praticante para o uso correto do espaço e equipamentos com segurança;
Propiciar novas situações que favoreçam o desenvolvimento/aumento do acervo motor;
Proporcionar situações de sucesso em relação à atividade física;
Difundir a prática do circo;
Criar situações que favoreçam o convívio entre pessoas. 
 
Objetivos específicos: 
Nas aulas de circo serão desenvolvidas as capacidades físicas de força, flexibilidade, resistência e velocidade, além das habilidades motoras especificas como equilíbrios (estático e dinâmico), lateralidade, noção espacial (sinestesia), coordenação motora fina, dentre outras. Tudo isso nas diversas modalidades circenses listadas abaixo:
Acrobacia: envolve rolamentos em diversos eixos, saltos, apoios invertidos, etc., os quais podem acontecer individualmente, em duplas e/ou em grupo, desenvolvendo a força, equilíbrio e flexibilidade dos alunos.
Aéreos (Tecido, lira e trapézio): exercícios aéreos feitos por meio de instrumentos seguros, que desenvolvem a flexibilidade, força e confiança.
Malabares: manipulação de dois ou mais objetos, como bolas, claves ou aros, desenvolvem a coordenação motora fina e também a coordenação óculo-manual.
 
professor: Fransergius Gebara  
assistentes: Isabel Parra de Andrade  e Melissa Helena da Costa 
roupa: roupa de tecido flexível, que não dificulte os movimentos. 
vagas: 15 por grupo
destinado a: alunos do G3 ao 6º ano
local: rua Girassol, 913
 
  Fransergius Olivari Gebara é graduado e licenciado em Educação Física pela Escola de Educação Física e Esporte da USP e Especialista em Treinamento Desportivo pela UNIFESP. Foi atleta de Ginástica Artística e atua como professor de Ginástica na prefeitura de Osasco. Também é integrante do Grupo Circense Estrupeados. 
 
  Isabel Parra de Andrade é licenciada em Educação Física pela Universidade de São Paulo. Com nove anos começou a praticar circo na escola de circo Acrobático Fratelli, onde posteriormente deu aulas. Seguiu sua formação nas escolas de circo Gravidade Zero e Galpão do Circo, onde também foi professora. Ministrou oficinas de circo em encontros internacionais em Dornach, Suíça, e Jarna, Suécia. Posteriormente ministrou oficinas na Universidade de São Paulo por dois anos e participou da fundação do grupo experimental de circo “Os Estrupeados". Atualmente é professora de circo em colégios de São Paulo, na Oficina Toka e no Centro Cultural e Esportivo Guará. Faz especialização em pedagogia Waldorf e leciona inglês para crianças na Escola Wizard Idiomas
 
  Melissa Helena da Costa é graduada em Dança (Bacharelado e Licenciatura) pela Universidade Anhembi Morumbi e atua como Artista/Educadora em dança e circo. Lecionou em Casas de Cultura, Clubes e Escolas. Atualmente é professora de Circo do Colégio Sidarta e Oficina Toka, Circo-Dança na Academia Fit or Fight e Conservatório Villa Lobos, além de participar como artista e coprodutora de grupos de pesquisa em ambas.